• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

Novembro Roxo e Dia Mundial da Prematuridade 20​20

10/11/2020 No Brasil, as ações do Novembro Roxo serão conduzidas pela ONG Prematuridade.com, única instituição do País de apoio aos bebês prematuros e suas famílias. Este ano a campanha terá como slogan “Juntos pelos prematuros, cuidando do futuro”.

Novembro chegou e com ele o momento de jogar luz em um tema extremamente sensível: a prematuridade. No Brasil, as ações do Novembro Roxo serão conduzidas pela ONG Prematuridade.com, única instituição do País de apoio aos bebês prematuros e suas famílias. Este ano a campanha terá como slogan “Juntos pelos prematuros, cuidando do futuro”.

Durante todo mês, serão realizadas uma série de atividades com foco em informação, educação e acolhimento. Os trabalhos envolvem e beneficiam as famílias com bebês prematuros, os profissionais de saúde, instituições e parceiros interessados, além de autoridades e personalidades envolvidas de alguma forma com o tema.

Entre as instituições que serão representadas no evento, estão o Ministério da Saúde, a APAE, a AACD, a Sociedade Brasileira de Pediatria e a Sociedade Brasileira de Segurança do Paciente. Diante ao cenário de pandemia, evidentemente, boa parte das ações serão realizadas online. (agenda completa abaixo).

Segundo a fundadora e Diretora Executiva da ONG Prematuridade.com, Denise Leão Suguitani, há um trabalho forte de conscientização a fazer junto à sociedade como um todo durante o ano inteiro, mas novembro é uma oportunidade única e especial para evidenciar ainda mais o tema da prematuridade.

“O sonho de ser pai ou mãe envolve inúmeras emoções e expectativas, principalmente o desejo de uma criança saudável. Mas se esse bebê nasce prematuramente, é nosso dever enquanto sociedade garantir que ele receba o atendimento mais adequado e que seja acolhido com muito amor, para que tenha todas as condições para uma rápida e plena recuperação. Novembro Roxo é sobre isso: é sobre acolher a vida e cuidar do futuro”, explica.

Prematuridade e COVID-19

A incidência de bebês prematuros já é um problema bastante concreto no Brasil e no mundo e é claro que a pandemia tornou esse quadro ainda mais complexo. Atualmente, o Brasil é o 10º país com mais partos prematuros no mundo, com cerca de 340 mil nascimentos de bebês nessas condições por ano, aponta a OMS.

A lista inclui ainda China, Estados Unidos, Índia e Nigéria, sendo que 60% desses nascimentos ocorrem na África e no Sul da Ásia, o que demonstra o caráter global do problema. Vale destacar ainda que, no mundo, ocorrem 15 milhões de nascimentos nesse perfil, ou seja, um em cada dez bebês nascem prematuros todo ano, sendo que 1 milhão deles morre, consolidando assim a prematuridade como a principal causa de mortalidade infantil até 5 anos.

E quando a realidade do coronavírus se mistura à realidade da prematuridade, o tema se desdobra em várias problemas. Todos são graves, mas três merecem maior atenção: o isolamento de prematuros na UTI, a evasão de consultas de gestantes e um quadro de pânico e desinformação.

De maneira resumida, um parto é considerado prematuro quando acontece antes de 37 semanas de gestação. São várias as causas que podem levar à prematuridade, mas o principal passo para evitar esse problema é a prevenção. Nesse sentido, o pré-natal é uma das medidas mais eficazes para uma gestação saudável e completa.

Para a fundadora da ONG Prematuridade.com, a apreensão das mulheres grávidas, das mães de prematuros e dos profissionais de saúde quanto à infecção pelo vírus é legítima, mas o efeito colateral de uma decisão extrema, como a de faltar a uma consulta do pré-natal ou restringir a presença dos pais na UTI Neonatal, podem levar a um agravamento contundente de casos e do quadro geral da prematuridade. Não é exagero dizer que pode custar a vida do bebê e da própria mãe, além de quadros de ansiedade, estresse e depressão, comuns na prematuridade e agora mais frequentes durante o período da pandemia.

“Mesmo com o distanciamento social, é importante pensarmos estratégias para garantir o vínculo e o melhor desfecho possível para o bebê e para a família. As gestantes precisam realizar o pré-natal. Os prematuros precisam da presença dos pais. Esses pequenos são mais vulneráveis, e podem ficar com diversas sequelas. Precisamos adequar o combate ao coronavírus a essa realidade, ressaltando a importância do acompanhamento da gravidez, da manutenção de consultas dos bebês, de manter a vacinação das crianças em dia e da extrema importância da presença dos pais ao lado do prematuro sempre que possível”, pondera.

Mais informações sobre a relação entre o Covid-19 e a prematuridade podem ser encontradas neste link.

Por que Novembro Roxo?

No dia 17 de novembro, é celebrado o Dia Mundial da Prematuridade, data escolhida pelo significado especial para Jürgen Popp, um dos fundadores da EFCNI (European Foundation for the Care of Newborn Infants), parceira da ONG Prematuridade.com. Após a morte de seus trigêmeos prematuros, em dezembro de 2006, ele tornou-se pai de uma filha nascida em 17 de novembro de 2008. Ao mesmo tempo, o March of Dimes, organização de caridade americana para prematuros e recém-nascidos teve uma ideia semelhante e lançou um Dia da Consciência para a Prematuridade, em 17 de novembro, nos EUA.

O roxo simboliza sensibilidade e individualidade, características que são muito peculiares aos bebês prematuros. Além disso, o roxo também significa transmutação e mudança, ou seja, a arte de transformar algo em outra forma ou substância, assim como no desenvolvimento de um bebê prematuro.

AGENDA NOVEMBRO ROXO

01 de novembro (das 17 às 19h) -: “Webinar Juntos Pelos Prematuros, Cuidando do Futuro”, Abertura Oficial do Novembro Roxo.
Resumo do evento/Participantes: mesa redonda com convidados especiais respondendo “o que estamos fazendo pelos prematuros hoje?”.

Participam:

  • Janini Ginani (Coordenadora da Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde)
  • José Turozi (Presidente da APAE Brasil)
  • Maria Albertina Santiago Rego (Sociedade Brasileira de Pediatria - Departamento Científico de Neonatologia)
  • Victor Grabois (Presidente da Sociedade Brasileira de Segurança do Paciente)
  • Guilherme Sant'Anna (Fundador do Grupo Neonatologia Brasil)⠀
  • Renato Kfouri (Diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações)
  • Lilian Sadeck (Neonatologista da Sociedade Brasileira de Pediatria)
  • Gabriel Variane (Fundador do Instituto Protegendo Cérebros - PBSF)
  • Cassiane Alves (1a voluntária da ONG Prematuridade.com)
  • Simone Carazzato (Médica da AACD)
  • Tatiana Maffini (Fundadora da ONG amada Helena)
  • Rui Fernando Pilotto (voluntário da ONG Prematuridade.com e Coordenador Científico da APAE Brasil)⠀

Link: youtube.com/ongprematuridadecom e facebook.com/prematuridade

08 de novembro (às 17h): “I Encontro Nacional dos Voluntários da ONG Prematuridade.com”

Resumo do evento/Participantes: evento fechado para os mais de 100 voluntários de 20 Estados do país. Um encontro cheio de informações, acolhimento, motivação e amor, fechando o ano de trabalho da ONG com muito carinho.

14 de novembro (início às 17h) a 15 de novembro (17h): “Virada da Prematuridade”

Resumo do evento/Participantes: serão 24h de lives, vídeos, música, entrevistas, aulas (que vão desde Yoga e culinária até dança do ventre para mães e bebês), um conteúdo bem eclético para levar informação, acolhimento e entretenimento às famílias.

  • 17h: Abertura
  • 18h: Música com Fernando Guifer
  • 19h: Contação de Histórias
  • 20h: Autismo e prematuridade com Amanda Ribeiro
  • 21h: Yoga
  • 22h: Espiritualidade e prematuridade
  • 23h: Mesa Redonda
  • 00h: Música
  • 1h: Dj Léo Ventura
  • 2h: Liga da Prematuridade
  • 3h: Cuidados com Recém-Nascido com Aline Hennemann
  • 4h: Aleitamento Materno com Janynne Matos
  • 5h: Constelação e Prematuridade
  • 6h: Pilates
  • 7h: Café com Bate Papo
  • 8h: Terapia Florais e Prematuros
  • 9h: Dança do ventre
  • 10h: Recreação
  • 11h: Luto Gestacional e Neonatal
  • 12h: Método Canguru
  • 13h: Música
  • 14h: Receita com Viviane Matos
  • 15h: Palestra sobre Trombofilia
  • 16h: Dança Cigana
  • 17h: Encerramento

 

Link: as transmissões ocorrerão alternadamente nos canais da ONG:
youtube.com/ongprematuridadecom
facebook.com/prematuridade
instagram.com/ongprematuridadecom

17 de novembro: Dia Mundial da Prematuridade

Resumo do evento/Participantes: uma sequência de lives durante todo o dia, sobre as principais temáticas que circundam o tema da prematuridade, com participação de Ministério da Saúde, Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, Sociedade Brasileira de Pediatria, APAE Brasil, Sociedade Brasileira de Imunizações, Instituto Protegendo Cérebros, a pediatra Dra Ana Escobar, a modelo Isabel Hickmann, mãe do pequeno Francisco e o Tenente Bahia, pai da pequena Sophia.

  • 8h: Leite materno: uma chance de vida para os prematuros, com Dr. João Aprígio de Almeida (Coordenador da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano - rBLH)
  • 9h: "A importância do atendimento odontológico para o prematuro" com a Odontopediatra Dra. Dóris Ruiz
  • 10h Imunização e prematuridade, com Dr. Renato Kfouri SBIM
  • 11h: Introdução Alimentar em Bebês Prematuros: o que você precisa saber antes de iniciar, com a fonoaudióloga Dra. Patrícia Junqueira
  • 12h15: Novembro Roxo: construindo a história da prematuridade no Brasil, com os médicos Dra. Gislayne Nieto, Dra. Desiree Volkmer e Dr. Sérgio Marba
  • 13h: Intervenção precoce e inclusão: desafios da prematuridade, com José Turozi (presidente da APAE), Dra Ana Beatriz Tarran (Coordenadora Assistencial Assistencial da AACD), Ariane Bortolin (mãe do jovem prematuro com paralisia cerebral, Samuel Bortolin) e Cesinha Megda (prematuro, influenciador e atleta paraolímpico)
  • 14h: Saúde do prematuro em evidência: ações e desafios da Saúde no contexto da Prematuridade, com representantes do Ministério da Saúde, SBP e da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar)
  • 15h: A construção de rede de colaboração baseada em evidência e eficiência: prematuridade em foco - Neonatologia Brasil
  • 16h: Segurança do Paciente e Prematuridade, com representantes da SOBRASP (Sociedade Brasileira para a Qualidade e Segurança do Paciente)
  • 17h: Asfixia neonatal e prematuridade: o que podemos fazer para mudar esse cenário? - PBSF Instituto
  • 18h: Desafios do cenário da prematuridade no país - SBP
  • 19h: Prematuridade: prevenção é o melhor remédio, com a pediatra Dra. Ana Escobar
  • 20h: Relatos da maternidade prematura, com a modelo e mamãe do prematurinho Francisco, Isabel Hickmann
  • 21h: Prematuridade, paternidade, luto e luta! com o Tenente Bahia, papai da prematurinha Sophia

Link: as transmissões ocorrerão alternadamente nos canais da ONG:
youtube.com/ongprematuridadecom
facebook.com/prematuridade
instagram.com/ongprematuridadecom

20 e 21 de novembro: Evento Liga Acadêmica da Prematuridade

Resumo do evento/Participantes: Evento multiprofissional com enfoque no cuidado dos bebês prematuros. Serão trabalhadas as temáticas da gestão a alta, com a participação de profissionais de todo Brasil e do Canadá. No evento, acontecerá ainda o lançamento da Liga ONG Prematuridade.com. Todos participantes receberão certificado. Evento gratuíto, destinado para estudantes e profissionais de saúde. O evento terá sua abertura no dia 20 às 19h até às 22h e reinicia no sábado às 8h.

Link:
facebook.com/prematuridade
youtube.com/ongprematuridadecom

28 de novembro: II Ciclo de Palestras para Famílias ONG Prematuridade.com

Resumo do evento/Participantes: evento preparado para pais de bebês prematuros. Trazendo informações sobre os cuidados com seu bebê, família e relacionamento. A programação vai contar com a participação de médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos e muito mais. Totalmente gratuito e todos os inscritos serão certificados.

Link:
facebook.com/prematuridade
youtube.com/ongprematuridadecom

Agradecimentos aos nossos parceiros Abbvie, Baxter, Chiesi e Sanofi Pasteur pelo apoio à campanha.


  • TAGS

Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se