• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

Cuidando de Quem Cuida: para famílias e profissionais de saúde

08/06/2020 Famílias e profissionais de saúde também merecem cuidados!

Projeto: Cuidando de Quem Cuida
Famílias e profissionais de saúde também merecem cuidados!

A prematuridade é um problema mundial que afeta muitos bebês e famílias. O Brasil é o décimo país no ranking mundial de partos prematuros, sendo a maior causa de morte do recém-nascido até os 5 anos de idade. Nascer com menos de 37 semanas pode ser apenas um dado estatístico para alguns, mas não é assim que os familiares e profissionais de saúde enxergam a prematuridade. Esse nascimento precoce traz para a família muita insegurança e a necessidade de se reinventar diariamente frente ao desconhecido. O sonho de voltar para casa com o bebê poucos dias após o parto é o primeiro a não se realizar. Os pais se deparam com inúmeras surpresas e aprendem aos poucos que a montanha-russa da prematuridade trará dias difíceis, bem como dias de grande alegria.

Nesses dias que muitas vezes parecem não ter fim, a família conta com os profissionais de saúde que trabalham na linha de frente dispensando toda a atenção aos seus bebês. Esses profissionais tem um papel fundamental quando o assunto é cuidar e desenvolvem seu papel sempre preocupados tanto com os bebês quanto com os pais, ainda que muitas vezes recebam a orientação de não se envolverem com a família. Eles sofrem, vibram e choram com as idas e vindas e as histórias de seus pacientes. Há uma conexão muito significativa nessa relação.

Nesse contexto, a palavra "cuidado" está presente em todos os momentos! O cuidado precisa ser para todos que estão envolvidos nesse mundo à parte que é a prematuridade. Afinal, quando se cuida, se cuida de alguém! Quem cuida também precisa, e muito, ser cuidado!

Pensando nestas questões e ouvindo pais e profissionais sobre o nascimento prematuro, nasceu o projeto Cuidando de Quem Cuida! Essa iniciativa visa olhar para pessoas muito importantes quando se fala em prematuridade: a mãe e o profissional de saúde que atua nas UTIs.
A mãe muitas vezes fica imersa em trocas de fraldas, amamentação, diversos cuidados ao entrar na UTI neonatal, entre tantas outras coisas. Fica mergulhada em preocupações com os dias de luta dos seus bebês e com o tão sonhado dia da alta. Nesse cenário, essas grandes guerreiras acabam esquecendo delas mesmas e ficando em segundo plano. E, muitas vezes, além de tudo isso, os pais e familiares não sabem ou não conseguem oferecer ajuda. Já os profissionais de saúde sentem na pele a dor de cada família. Estão todos os dias a postos para fazer o seu melhor, com uma tarefa de extrema responsabilidade nas mãos. Eles também precisam, e muito, serem cuidados. Além disso, sabemos que, infelizmente, frequentemente não recebem reconhecimento e apoio para enfrentar este dia a dia desgastante de uma UTI.

Foi justamente para levar esse apoio, carinho e reconhecimento às mães e profissionais de saúde que nasceu o Cuidando de Quem Cuida. Nesse projeto, Aline Hennemann, vice-diretora da ONG Prematuridade.com, e Karina de Abreu, mãe de gêmeas prematuras e voluntária da ONG, trarão semanalmente vídeos para conversar com você, mãe de prematuro, e, você, profissional de saúde que cuida dos prematuros! Traremos a realidade de diferentes famílias e profissionais, compartilhando através de vídeos em nossos canais digitais acolhimento e dicas sobre como passar por esse processo com mais leveza.

O primeiro vídeo foi ao ar no dia 12 de junho de 2020.

Esperamos vocês para juntos "Cuidar de Quem Cuida"!

Confira todos os vídeos na playlist do canal do Youtube.

Ou cada um abaixo: 

Com carinho,

Associação Brasileira da Pais, Familiares, Amigos e Cuidadores de Bebês Prematuros – ONG Prematuridade.com



Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se