• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

Consumo de peixe relacionado à menor risco de parto prematuro

26/04/2011








     De acordo com um novo estudo publicado na Revista Obstetrics and Gynecology, mulheres que aumentam o consumo de peixes durante a gestação apresentam menor risco para parto prematuro. 


     O chefe do estudo, Dr. Mark A. Klebanoff da Nationwide Children's Hospital em Ohio (EUA), e seus colaboradores, pesquisaram mais de 850 grávidas com história de parto prematuro.

     Durante os primeiros 4 a 5 meses de gestação, 70% delas diz ter consumido pelo menos uma porção de peixe por semana. Destas 70%, apenas 36% tiveram partos prematuros. Em contraste, a taxa de prematuridade entre as participantes do estudo que não comeram peixe pelo menos uma vez por semana (30%) foi maior, 49%.

     No geral, gestantes que consumiram 2 ou 3 porções de peixe na semana, apresentaram 40% menos risco de entrar em trabalho de parto antes do tempo.
     Apesar de ainda não se saber o porquê da relação entre consumo de peixes e parto prematuro, esses achados vêm ao encontro das recomendações atuais da FDA (Food and Drug Administration), que afirma que as gestantes devem comer 2 porções de peixe por semana.


Fonte: Thirdage.com (By Kerri Scales) 25/04/11


  • TAGS

Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se